quarta-feira, 3 de junho de 2009

Poção de rosas


Ausências e cegueiras absolutas
ofereces às vespas e às abelhas,
e a quem te adora, ó surda e silenciosa,
e cega e bela e interminável rosa

2 comentários:

Priscila Lima disse...

Sinto na alma o perfume das rosas e a doçura da felicidade...
Lindo blog..
Abraços..

rosa disse...

Muito obrigada por descansar em meu jardim.

Beijos de paz